DISCIPLINA

 

QUESTÕES SOCIOAMBIENTAIS URBANAS

 

CARGA HORÁRIA

 

Teórica

Prática

Total

Créditos

 

30 horas

30 horas

60 horas

3 créditos

 

UNIDADE ACADÊMICA OFERTANTE:

SIGLA:

 

Programa de Pós-graduação em Geografia – Instituto de Geografia, História e Documentação

POSGEO-IGHD

 

 

 
 

EMENTA

   

 

 

 

O espaço urbano e as questões ambientais: problematização e complexidade do ambiente urbano. As contradições acerca da sustentabilidade urbana. Impactos ambientais urbanos. Planejamento ambiental urbano. Urbanização e vegetação urbana. Climatologia Urbana. Apropriação do relevo no espaço urbano. A água na cidade. Consumo e consumismo da e na cidade. Resíduos Sólidos e efluentes. Qualidade Ambiental e Qualidade de Vida.

 
 
 
 

 

 

 

 
 

BIBLIOGRAFIA

   

 

 

 

ALVA, E. N. et al. Metrópoles (in)sustentáveis. Rio de Janeiro: RelumeDumará, 1997.

ANDRADE, H. O Clima Urbano – natureza, escalas de analises e aplicabilidade. Revista Finisterra, nº 80, 2005, p.67-91

ACSELRAD, H. Sentidos da sustentabilidade urbana. In.: ACSELRAD, H. ( org). A duração das cidades: sustentabilidade e risco nas políticas urbanas. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

BRASIL. POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Lei nº12.305/2010.

LOMBARDO, Qualidade ambiental e planejamento urbano: considerações e método. São Paulo, 1995.  Tese (Titulo de Livre Docência em Geografia Física) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

MASCARÓ, L. Ambiência urbana. Porto Alegre: +4 Editora, 2ª Ed. 2004, 197p.

MASCARÓ, L. MASCARÓ, J. Vegetação Urbana. Porto Alegre: +4 Editora, 2ª Ed. 2005, 203p.

MONTEIRO, C.A.F. Teoria e clima urbano. São Paulo: IGEOG - USP, Série Teses e Monografias, nº 25, 1976.

_______. Adentrar a cidade para tomar-lhe a temperatura. Geosul, n. 9, ano V. Florianópolis: Edufsc, 1990. p. 61-79.

MONTEIRO, C. A. de F. e MENDONÇA, F de A. (org). Clima Urbano: São Paulo: Contexto, 2003. 192p.

MOTA, S. Urbanização e Meio Ambiente. Rio de Janeiro: ABES, 1999. 353p.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.

ROSS, J.L.S. Ecogeografia do Brasil: Subsídios para Planejamento Ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2006. 208p.

BAUMAN. Z. Vida para consumo. A transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro. Jorge Zahar, 2008.

BERTRAND G. Paisagem e Geografia Física Global: Esboço metodológico. Caderno de Ciências da Terra, São Paulo, v.13 p. 1-13, 1971

CAMPOS FILHO, C. M. Cidades Brasileiras: seu controle ou o caos. São Paulo. Nobel 2ª ed, 1992.

CASSETI, V. Ambiente e Apropriação do Relevo: São Paulo: Contexto, 1991. 147p.

CAVALHEIRO, F. Urbanização e alterações ambientais. In: TAUK, S. M. Análise ambiental: uma visão multidisciplinar. São Paulo: UNESP, FAPESP, SRT, FUNDUNESP, 1991. p. 88-99.

GUERRA, A.J.T.; CUNHA, S.B. Impactos Ambientais Urbanos no Brasil. 3ª. Edição. Bertrand Brasil. 2005. 416 p

GUERRA, A.J.T.; CUNHA, S.B. Geomorfologia e Meio Ambiente: 3ª. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. 372p

HARVEY, D. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992

LEFEBVRE H. O direito à cidade. São Paulo, Editora Centauro, 2006. 4ed.

________ A Revolução urbana. Belo Horizonte. Editora da UFMT, 2006.

NUCCI, J. C. Qualidade ambiental e adensamento: um estudo de planejamento da paisagem do distrito de Santa Cecília (MSP). São Paulo, 1996. 229p. Tese (Doutorado em Geografia Física) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

PALOMO, P. J. S. La Planificaciòn Verde em lasCiudades: Barcelona: Gustavo Gili, 2003. 326p.

SANTOS, R.F. dos. Planejamento Ambiental: teoria e prática. São Paulo: Oficina de Textos, 2004. 184p.

 
 
 
 
 
 
 

Defesas

Não há eventos programados!