DISCIPLINA

 

CLIMATOLOGIA APLICADA A ANÁLISE AMBIENTAL

 

CARGA HORÁRIA

 

Teórica

Prática

Total

Créditos

 

30 horas

30 horas

60 horas

3 créditos

 

UNIDADE ACADÊMICA OFERTANTE:

SIGLA:

 

Programa de Pós-graduação em Geografia – Instituto de Geografia, História e Documentação

POSGEO-IGHD

 

 

 
 

EMENTA

   

 

 

 

 

Teoria e método da climatologia. Concepções e paradigmas da climatologia aplicada a análise ambiental. Análise Geográfica do Clima. As escalas do clima. O Clima como recurso social. Interações entre superfície e atmosfera e sua contribuição na produção de climas e microclimas.Mudanças ambientais, naturais e sociais e suas relações com o clima: clima e vegetação, poluição do ar e clima, a urbanização e o Clima urbano, clima e atividades agrárias e saúde humana. Mudanças e variabilidades climáticas globais. Técnicas estatísticas e representação cartográfica aplicada a análise climática

 
 
 
 

 

 

 

 
 

BIBLIOGRAFIA

   

 

 

 

AYOADE, J. O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. São Paulo: Difel, 1986;

BARRIOS, N.A.Z. O agrossistema do Extremo Oeste Paulista. São Paulo, USP/FFLCH, 1995.(tese de doutorado).

BERTRAND, G. Paisagem e Geografia Física Global. São Paulo, USP/IGEOG, 1971.

(Cadernos de Ciências da Terra, n. 13).

CONTI, J. B. As Relações Sociedade/Natureza e os Impactos do Desmatamento e da Desertificação nos Trópicos. Florianópolis: UFSC, 1999.

GARCÍA, FERNÁNDEZ F. Manual de climatologia aplicada: clima, medio ambiente yplanificación. Madrid: Editorial síntesis, S.A., 1995. 285p

GERARDI, L. H. O., SILVA, B. C. N. Quantificação em geografia. São Paulo: DIFEL, 1981.

EMBRAPA. Mudanças climáticas globais e a agropecuária brasileira. Jaguariúna, Embrapa,2001.

MONTEIRO, C. A. F. Teoria e Clima Urbano. São Paulo: IGEOG-USP, 1976.

MONTEIRO. C. A. F. Clima e Excepcionalismo: conjecturas sobre o desempenho da atmosfera como fato geográfico. Florianópolis: UFSC, 1991.

S’ANTANNA NETO, J. L. Clima e a Organização do Espaço. Maringá, Boletim de Geografia, Departamento de Geografia, UEM, ano 16, n. 1, 1998.

SUGUIO, K. As Mudanças Paleoclimáticas da Terra e seus registros, com ênfase no Quaternário. In: Variabilidade e Mudanças Climáticas. Maringá: UEM, 2000.

DREW, D. Processos interativos homem-meio ambiente. São Paulo. Difel. 1986.

FOUCAULT, A. O clima: história e devir do meio ambiente terrestre. Instituto Piaget. 1990.

Jeater Waldemar Maciel Correa. Clima e produtividade da soja nas terras de cerrado do sudeste de Mato Grosso. Sao Paulo/ Rio de Janeiro, 2002. 393 p. Tese de Doutorado em Geografia Fisica, 2002

KIRCHHOFF, V.W.J.H. Queimadas na Amazônia e efeito estufa. São Paulo, CONTEXTO,1992.

KOEPPEN, W. Climatologia. Fondo de Cultura Econômica. 1948.

MENDONÇA, F.; DANNI-OLIVEIRA, I. Climatologia. São Paulo: Contexto, 2007.

MONTEIRO, C. A. de F. Análise Geográfica do Clima. Cadernos Geográficos, n.1, Florianópolis, Ed. da UFSC, 1999.

MONTEIRO C. A. de F., MENDONÇA, F. Clima Urbano. São Paulo: Contexto, 2003. 192p.

SALGADO-LABOURIAU, M. L. História ecológica da Terra. São Paulo, Ed. Blücher, 1994.

SANT’ANNA NETO, J.L. História da Climatologia no Brasil. Cadernos Geográficos, 6, Florianópolis, EDUFSC, 2004.

SANT’ANNA NETO, J.L.; ZAVATINI, J.A.; Variabilidade e mudanças climáticas. Maringá: EDUEM, 2000

STRAHLER, A. N. Geografia Física. Barcelona. EdicionesOmega, 1986.

TARIFA, J. R. Alterações climáticas resultantes da ocupação agrícola no Brasil. Revista do Departamento de Geografia, São Paulo, v. 8, p.15-27. 1994.

VAREJÃO-SILVA, M. A. Meteorologia e Climatologia. Recife: 2006. Versão Digital, 443p.

 
 
 
 
 
 

Defesas

Não há eventos programados!