- Sobre a forma e prazos, acessar o Edital de Credenciamento (clique aqui)

 

Normas gerais para Credenciamento (versão PDF aqui )

 

 Artigo 1º - Estabelecer o processo de credenciamento e recredenciamento para todos os professores do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso – Campus de Cuiabá, de acordo com a Resolução 05 de 28 de janeiro de 2008.

Artigo 2º - O Processo de Credenciamento e Recredenciamento para o quadriênio 2021-2024 acontecerá em fevereiro de 2021.

Artigo 3º - Todos os docentes vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Geografia serão descredenciados em fevereiro de 2021.

Artigo 4º - Caberá a cada professor, desde que haja interesse, solicitar o credenciamento ou recredenciamento no Programa.

Artigo 5º - O processo de Credenciamento e Recredenciamento será conduzido pela Comissão de Avaliação, Credenciamento e Recredenciamento, que obedecerá esta normativa.

 

DA ESTRUTURA DA COMISSÃO

Artigo 6º - A Comissão de Avaliação, Credenciamento e Recredenciamento será constituída por quatro membros, escolhidos pelo Colegiado do Programa entre os professores do próprio Programa. A critério desta, poderá solicitar a participação de mais um membro, externo, convidado de outro Programa de qualquer instituição de ensino superior reconhecido pela CAPES.

Artigo 7º - A forma e data de encaminhamento do processo de Credenciamento e Recredenciamento será definido, conduzido e socializado pela Comissão de Avaliação, Credenciamento e Recredenciamento.

 

DO CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO PARA O QUADRIÊNIO 2021-2024

Artigo 8º - A forma de solicitação de Credenciamento e Recredenciamento para o quadriênio 2021-2024 será definida em novembro de 2020.

Parágrafo 1 – Deverão solicitar Recredenciamento os docentes que compõem o quadro docente do POSGEO no quadriênio 2017-2020.

Parágrafo 2 – Docentes que não compõem o quadro docente do POSGEO no quadriênio 2017-2020 deverão solicitar Credenciamento.

 

Artigo 9º - A Comissão de Avaliação, Credenciamento e Recredenciamento para o quadriênio 2021-2024 analisará os documentos entregues pelo solicitante com a produção científica e as demais atividades de pesquisa e docência:

Parágrafo 1 – A Comissão de Avaliação, Credenciamento e Recredenciamento, no decorrer da análise, poderá solicitar documentos comprobatórios ou pedir esclarecimentos aos requerentes quantas vezes forem necessárias.

Artigo 10º - A solicitação de Credenciamento deverá ser feita através de pedido por escrito, nos prazos estabelecidos em Edital, constando a produção científica publicada ou aceita para publicação entre os anos de 2016 e 2020.

Parágrafo 1 - Para o Credenciamento o docente deverá ter produção científica publicada ou aceita para publicação de pelo menos 200 pontos de acordo com as tabelas abaixo:

              I- Publicação em veículos qualificados pela CAPES (Qualis Capes)

Veículo

Estrato

Pontos

Periódico

A1

100

A2

85

B1

70

B2

55

B3

40

Livro Autorais

L2 - L5

100

Capítulo de Livro

L2 - L5

40

Organização de Livros/Coletâneas

L2 - L5

70

              II- Publicação em revistas não-qualificadas pela CAPES (Qualis Capes), mas que possua Fator de Impacto:

Fator de Impacto

Pontos

Mais de 1,5

100

Entre 1,0 e 1,5

80

Entre 0,5 e 1,0

60

Entre 0,3 e 0,5

40

 

Parágrafo 2 – Será considerado no máximo 1 publicação veiculada em extrato B3 ou com fator de impacto entre 0,3 e 0,5.

Parágrafo 3 - Para o Credenciamento o docente deverá apresentar elementos que comprovem a conclusão de pelo menos duas orientações de Iniciação Cientifica e/ou Monografia de Graduação e/ou Especialização.

Artigo 11º - A solicitação de Recredenciamento deverá ser feita através de pedido por escrito, nos prazos estabelecidos em Edital, constando a produção científica publicada ou aceita para publicação entre os anos de 2017 e 2020  além de outros documentos que comprovem informações sobre atividades de pesquisa e docência vinculadas ao Programa de Pós Graduação em Geografia da UFMT, as informações apresentadas deverão considerar o período entre 2017 e 2020.

Parágrafo 1 - Para o Recredenciamento o docente deverá ter produção científica publicada ou aceita para publicação de pelo menos 300 pontos de acordo com a tabela abaixo:

              I- Publicação em veículos qualificados pela CAPES (Qualis Capes)

Veículo

Estrato

Pontos

Periódico

A1

100

A2

85

B1

70

B2

55

B3

40

Livro Autorais

L2 - L5

100

Capítulo de Livro

L2 - L5

40

Organizador de Livros/Coletâneas

L2 - L5

70

              II- Publicação em revistas não-qualificadas pela CAPES (Qualis Capes), mas que possua Fator de Impacto:

Fator de Impacto

Pontos

Mais de 1,5

100

Entre 1,0 e 1,5

80

Entre 0,5 e 1,0

60

Entre 0,3 e 0,5

40

Parágrafo 2 – Será considerado no máximo 1 publicação veiculada em extrato B3 ou com fator de impacto entre 0,3 e 0,5.

Parágrafo 3 - Em caso de publicação realizada em parceria com outro docente do POSGEO-UFMT a pontuação do estrato será divida em partes iguais entre estes autores.

Parágrafo 4- Para o Recredenciamento o docente deverá apresentar informações que demonstrem a realização de outras atividades diversas vinculadas a pesquisa e a docência no âmbito do Programa de Pós-Graduação, sendo necessário que o mesmo atinja pelo menos 100 pontos de acordo com a tabela abaixo:

Atividade

Pontuação por atividade

Pontuação máxima por atividade

Coordenação de projeto de pesquisa

10

20

Coordenação de projeto de extensão

10

20

Coordenação de projeto de pesquisa com financiamento institucional

30

60

Coordenação de projeto de extensão com financiamento institucional

30

60

Participação de docente em projeto de pesquisa (financiado ou não)

10

20

Participação de docente em projeto de extensão (financiado ou não)

10

20

Coordenação de projetos de cooperação e intercâmbio com instituições nacionais e internacionais

10

20

Líder, vice líder ou participante de Grupos de pesquisa vinculados às linhas de pesquisa do programa e registrados no Diretório de Grupos do CNPq

10

20

Ser Bolsista PQ ou equivalente

50

50

Membro de conselhos editoriais de revistas nacionais e internacionais qualificadas

10

20

Membros de comissões e conselhos científicos nacionais e diretorias de associações acadêmicas

10

20

Atuação em função de gestão junto a órgãos técnicos, acadêmicos e científicos, públicos ou privados

10

20

Participação de Docente em redes de pesquisa nacionais e internacionais

10

20

Participação de Docente em comitês multidisciplinares voltados à gestão pública e tomada de decisão em áreas correlatas às linhas de pesquisa do programa

10

20

Participação de Docente em ações do terceiro setor

10

20

Participação de Docente em ações de divulgação do conhecimento em diversas mídias incluindo órgãos de imprensa

10

20

Participação de Docente em equipes técnicas de assessoria e consultoria

10

20

Participação de Docente na formulação e implementação de políticas públicas

10

20

Participação de Docente na gestão publica e não governamental com impactos sociais e econômicos

10

20

Participação de Docente em ações voltadas para a educação básica

10

20

Organização de eventos vinculados a graduação ou a pós graduação

10

20

Orientação principal concluída ou em andamento na Pós Graduação no quadriênio (2017-2020)

10

-

Coorientação concluída ou em andamento na Pós Graduação no quadriênio (2017-2020)

5

-

Disciplinas ministradas na Pós Graduação no quadriênio (2017-2020)

10

-

 

Artigo 12º - Os casos omissos serão analisados e dirimidos pelo Colegiado Pleno do Programa em Geografia, por votação de maioria simples.

Artigo 13º - Revogam-se as disposições anteriores sobre os processos de credenciamento e recredenciamento.

 

Esta norma entra em vigor a partir desta data

 

Publique-se

 

Cumpra-se

 

Cuiabá, 17 de novembro de 2020

 

 

 

 

 


Atuação na Pós-graduação

Conforme Regimento Interno do Programa (clique para acessar) os docentes do Programa de Pós-graduação em Geografia da UFMT tem como atribuições: 

 

Seção II

Das atribuições dos Docentes do POSGEO

Artigo 17º- São atribuições dos docentes do POSGEO àquelas pertinentes ao bom andamento do Programa, contido nesse regulamento.

§ Único - A confecção de um MANUAL DE DISSERTAÇÃO do POSGEO próprio de acordo com a normatização da UFMT e da ABNT

Artigo 18º- Os docentes credenciados deverão ministrar disciplinas, exercer atividades de orientação, desenvolvimento de projeto de pesquisa individual ou em grupo e produção científica individual e com os orientandos.

§ 1 A orientação ao aluno consistirá no acompanhamento sistemático pelo orientador, supervisão e avaliação do progresso do seu orientando durante a realização dos créditos e da dissertação, por meio de no mínimo uma reunião mensal. O não cumprimento deste parágrafo remete à comunicação formal ao Colegiado do Programa.

Artigo19º - O número de orientandos por orientador será no máximo três.

Artigo20 º- Oferecer disciplina no Programa, no mínimo, uma vez a cada dois anos;

§ Único - Atualizar anualmente a ementa e o Programa da disciplina oferecida no POSGEO bem como a bibliografia pertinente;

Artigo 21º- Participar regularmente de eventos científicos nacionais e internacionais da área com apresentação de trabalhos científicos ou proferindo palestras e/ou conferencia ou atividade similar contribuindo para a divulgação dos conhecimentos científicos elaborados pelo POSGEO.

Artigo22º- Desenvolver projetos compatíveis com a linha de pesquisa na qual atua;

Artigo23º- Vincular todos os alunos sob sua orientação aos projetos de pesquisa que desenvolve e a linha de pesquisa na qual atua;

§ 1 Supervisionar e encaminhar os relatórios semestrais dos orientandos às instâncias competentes;

§ 2 Proceder à solicitação de desligamento de discentes do POSGEO mediante relatório e processo documentado nos casos específicos previstos nesse regimento;

 Artigo 24º- Manter o “currículum Lattes” atualizado no mínimo a cada seis meses;

Artigo 25º- Apresentar produção intelectual pertinente à linha de pesquisa

§ 1 Publicar anualmente, pelo menos um artigo em revista “Qualis” A ou B ou apresentar carta de aceite do artigo para publicação.

§ 2 Publicar pelo menos um artigo em parceria com cada um dos orientandos em periódicos “Qualis” A ou B ou apresentar carta de aceite do artigo para publicação;